domingo, 15 de janeiro de 2017

Moda é sinônimo de arte by StyleWe


Pra quem não conhece, a StyleWe é uma loja online gringa que trabalha com roupas femininas desenvolvidas por estilistas independentes. Ou seja, a loja não só estimula estilistas independentes a continuarem criando de forma livre e singular, como também democratiza a moda fornecendo moda de verdade a quem raramente tem acesso a ela. Sejamos sinceros, em um mundo dominado pela uniformização provinda das fast fashion, quem veste criatividade e individualidade é definitivamente rei. 

Eu sempre vi a moda como sinônimo de arte. Tenho em mente que o corpo humano é minha tela em branco e os tecidos são minhas tintas. Apesar de muitos não saberem - e atribuírem frivolidade a qualquer coisa relacionada a ela - a moda de verdade é pensada, é sentida, não é comprada porque não se compra essência de ser, você apenas é. 

Aproveitei então essa oportunidade para unir tais sinônimos que tanto dominam meu coração. Montei looks inspirados em obras de arte famosas por seus célebres criadores. Até porque a moda é isso, é a possibilidade de você ir dormir renascentista e acordar impressionista. 

"The Monet Family in Their Garden at Argenteuil" (1874) , Édouard Manet 

♥ 1. Borme Maxi Dress $124,00
♥ 2. Radish Magnetic Clutch $56,00
♥ 3. Kasmase Red Rivet $120,00

"Girl with a Mandolin (Fanny Tellier)" (1910), Pablo Picasso

♥ 1.  Danxiangdu Cropped Top $92,00
♥ 2. Onebuye Midi Skirt $60,00
♥ 4. Flux Leather Clutch $99,00

A StyleWe está comprometida com o fornecimento de roupas originais, exclusivos e de alta qualidade. Além de apresentar a possibilidade de pagamento via PayPal. Para quem se interessou, deixo aqui alguns links.

Site StyleWe: www.stylewe.com
Blog StyleWe: blog.stylewe.com





Thaís Malta

quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

Fashion Is Synonymous with Art by StyleWe


For those who do not know, StyleWe is an online store that works with women's clothes developed by independent designers. That is, the store not only encourages independent designers to continue creating freely and singularly, but also democratizes fashion by providing true fashion to those who rarely have access to it. Let's face it, in a world dominated by uniformity stemming from fast fashion, those who wear creativity and individuality are king.

I have always seen fashion as synonymous with art. For me, the human body is my blank canvas and the fabrics are my paints. Although many do not know - and attribute frivolity to anything related to it - the real fashion is thought, it is felt, it is not bought because one does not buy essence of being, you just are.

I took advantage of this opportunity to unite such synonyms that so much dominate my heart. I produced looks inspired by works of art famous by its celebrated creators. Even because the fashion is this, is the possibility of you go to sleep Renaissance and wake up Impressionist.

"The Monet Family in Their Garden at Argenteuil" (1874) , Édouard Manet 

♥ 1. Borme Maxi Dress $124,00
♥ 2. Radish Magnetic Clutch $56,00
♥ 3. Kasmase Red Rivet $120,00

"Girl with a Mandolin (Fanny Tellier)" (1910), Pablo Picasso

♥ 1.  Danxiangdu Cropped Top $92,00
♥ 2. Onebuye Midi Skirt $60,00
♥ 4. Flux Leather Clutch $99,00

StyleWe is committed to providing original, exclusive and high quality clothing. In addition to presenting the possibility of payment via PayPal. For those who are interested, I leave here some links.

StyleWe Site: www.stylewe.com
StyleWe Blog: blog.stylewe.com





Thaís Malta

terça-feira, 10 de maio de 2016

Frases preferidas


     Oi gente, tudo bem?
     Vamos falar de frases, acho que todo mundo tem no mínimo uma preferida da qual se inspira ou se identifica. Aquelas que tiramos de livros, filmes, séries ou músicas direto para a parede do quarto. 
     Hoje eu trouxe para vocês as minhas, a maioria são falas de personagens ou trechos de músicas, espero que gostem! 
































É isso gente, espero que tenham gostado do post. Comentem, elogiem, critiquem. Beijos!




segunda-feira, 2 de maio de 2016

Coleção Karl Lagerfeld para Riachuelo



     Oi gente, tudo bem? 
     Na última quarta-feira (27), um dia após o desfile no São Paulo Fashion Week, chegou às lojas selecionadas a nova coleção Karl Lagerfeld para Riachuelo. A parceria foi anunciada começo desse ano e desde então tenho contado os dias para o laçamento, afinal de contas, nós sabemos que é uma oportunidade única. São roupas de qualidade, criadas por um estilista mais que renomado e com preços razoáveis se levarmos em conta a implicação do nome Karl Lagerfeld.
     Para quem não sabe, Karl Lagerfeld é um estilista alemão que desde 1983 comanda a direção criativa de nada mais nada menos que a Chanel, além é claro, da grife que leva seu nome e das coleções que desenha para a marca italiana Fendi.



     A coleção para Riachuelo teve como algumas de suas características a estampa inspirada na gata do Karl, a Choupette, e o uso predominante das cores preto e branco. É claramente visível a qualidade dos tecidos e das modelagens, além dos acessórios incríveis que incluem até luvas de couro e capinhas para celular.
     Essa é a segunda parceria da Riachuelo com uma marca internacional, a primeira foi com a Versace em 2014. Segundo a gerente de Marketing da loja, Karl acompanhou os mínimos detalhes da coleção, dos botões que seriam usados à largura exata dos punhos das camisas.


1- Camiseta Cinza Perfil Karl R$ 59,90
3- Blusa Animal Print Azul R$ 99,90
4- Calça Biker Branca Em Sarja R$ 259,90

     É isso gente, espero que tenham gostado do post. Esperamos agora uma próxima parceria da Riachuelo com a própria Chanel. Elogiem, opinem, critiquem nos comentários. Beijos!




segunda-feira, 11 de abril de 2016

"Eu vou fazer faculdade de moda"


     Oi gente, tudo bem? 
     "Qual faculdade você quer fazer?", essa pergunta nunca foi tão frequente na minha vida quanto agora que estou quase acabando o ensino médio. Desde os meus dez anos eu tenho a mesma resposta e desde os meus dez anos tenho que lidar com mesmas as reações. Acontece que querer seguir uma profissão "diferente" aqui no Brasil, principalmente na região onde eu moro, não é mole não. As pessoas são horríveis, olham torto mesmo, julgam mesmo, desincentivam na cara dura mesmo.
     Resolvi fazer esse post como uma forma de apoio à todos os futuros estudantes de moda que também passam por isso. Já chorei muito, já pensei em desistir, já menti sobre querer fazer moda pra não ter que encarar olhares tortos, mas ainda estou aqui. Não podemos fazer com que as pessoas enxerguem o quanto estão sendo más quando generalizam e julgam sem conhecer, mas podemos não nos importar e fazer piada disso.


     Se dá dinheiro eu não sei, miga, mas se não der pelo menos serei uma mendiga fashion.


     "Nossa anjo, bacana mesmo flor!...Todo sucesso do mundo, viu linda, sei que você vai arrasar querida."


     "EU AMO COMPRAR ROUPAS, AH MEU DEUS, VOU FAZER FACULDADE DE MODA!"


     Da onde que você acha que sai os elfos e coelhinhos que produzem esses tecidos lindos, confortáveis e quentinhos? 


     Estamos aguardando!


     Uhuul! Depois podemos fazer roupinhas de Barbie e brincar de esquadrão da moda. 


É isso gente, espero que tenham gostado do post! Comentem, critiquem, perguntem. Beijos!




segunda-feira, 14 de março de 2016

Desejos Literários


     Oi gente, tudo bem?
     O post de hoje é uma Wishlist Literária, vim compartilhar com vocês os livros que pretendo ler nesse semestre. Não vou mentir, são poucos livros porque não lembrei do resto e quando lembrei já tinha editado as imagens. Mas sei que vocês não irão se importar com esse detalhe. Espero que gostem do post e opinem sobre os livros.



 1- Orgulho e preconceito
     Na Inglaterra do final do século XVIII, as possibilidades de ascensão social eram limitadas para uma mulher sem dote. Elizabeth Bennet, de vinte anos, uma das cinco filhas de um espirituoso mas imprudente senhor, no entanto, é um novo tipo de heroína, que não precisará de estereótipos femininos para conquistar o nobre Fitzwilliam Darcy e defender suas posições com perfeita lucidez de uma filósofa liberal da província. Lizzy é uma espécie de Cinderela esclarecida, iluminista, protofeminista." 
     (Fonte: www.submarino.com.br)
     Gosto muito de histórias que se passam no século XIX, é certamente o meu século preferido em toda a linha do tempo. Assisti o filme Orgulho e preconceito mês passado e desde então ele se tornou o meu filme favorito, tem uma fotografia incrível, personagens fortes e é claro, o Sr. Darcy. Imagino que o livro seja ainda melhor do que o filme.

 2- O Símbolo Perdido
     Sinopse: "Em O Símbolo Perdido, o célebre professor de Harvard é convidado às pressas por seu amigo e mentor Peter Solomon - eminente maçom e filantropo a dar uma palestra no Capitólio dos Estados Unidos. Ao chegar lá, descobre que caiu numa armadinha. Não há palestra nenhuma, Solomon está desaparecido e, ao que tudo indica, correndo grande perigo.
     Malakn, o sequestrador, acredita que os fundadores de Washington, a maioria deles mestres maçons, esconderam na cidade um tesouro capaz de dar poderes sobre-humanos a quem o encontrasse. E está convencido de que Langdon é a única pessoa que pode localizá-lo."
     (Fonte: www.submarino.com.br)
     Dan Brown, autor de O Símbolo Perdido, escreve ficções abrangendo sociedades secretas como os Iluminatis e os Maçons, seus livros geralmente envolvem muito a história da arte e religião. Já li O Código da Vinci e Anjos e Demônios e agora quero muito ler O Símbolo Perdido, tenho uma super queda por conspirações e foi isso que me fez gostar tanto de seus livros. 
     É claro que se você estiver afim de ler, tem que manter a mente aberta. São livros que envolvem muito o cristianismo, é preciso se lembrar de que é apenas uma ficção.

 3- Como eu era antes de você
     Sinopse: "Aos 26 anos, Louisa Clark não tem muitas ambições. Ela mora com os pais, a irmã mãe solteira, o sobrinho pequeno e um avô que precisa de cuidados constantes desde que sofreu um derrame. Trabalha como garçonete num café, um emprego que não paga muito, mas ajuda nas despesas, e namora Patrick, um triatleta que não parece interessado nela. Não que ela se importe.
     Quando o café fecha as portas, Lou é obrigada a procurar outro emprego. Sem muitas qualificações, consegue trabalho como cuidadora de um tetraplégico. Will Traynor, de 35 anos, é inteligente, rico e mal-humorado. Preso a uma cadeira de rodas depois de um acidente de moto, o antes ativo Will desconta toda a sua amargura em quem estiver por perto. Tudo parece pequeno e sem graça para ele, que sabe exatamente como dar um fim a esse sentimento. O que Will não sabe é que Lou está prestes a trazer cor a sua vida. E nenhum dos dois desconfia de que irá mudar para sempre a história um do outro."
     (Fonte: www.submarino.com.br)
     Pra falar a verdade, eu não dava a mínima para este livro até surgir o trailer do filme. Fala sério gente, um romance com Sam Clafin e Photograph como música de fundo abala qualquer uma. Tenho certeza que vou gostar da história, mas quero ler o livro depois de assistir o filme, gosto de imaginar os personagens enquanto leio.

     Espero que tenham gostado do post, me indiquem livros legais. Beijos!




segunda-feira, 7 de março de 2016

Playlist do chuveiro

Imagem: Google

     Oi gente, tudo bem? 
     Que atire a primeira pedra o diferentão que não escuta música no banho. Eu sou dessas que não só escuta, como também deixa lá no Spotify uma playlist separada com músicas selecionadas apenas para esse momento. Hoje vim aqui para compartilhar ela com vocês, espero que gostem.

   

Hands To Myself - Selena Gomez
24 Horas por Dia - Ludmilla
In The Night - The Weeknd
Work - Rihanna
Essa mina é louca - Anitta
Toxic - Britney Spears
Talking Body - Tove Lo
Let it Go - James Bay
Pillowtalk - Zayn
Stone Cold - Demi Lovato

     É isso gente, espero que tenham gostado do post. Comentem suas músicas favoritas. Beijão!